+55 (54) 3327-2002

Segunda à sexta das 07:30 às 12:00 e das 13:00 às 17:20

Releases


EXPOTÉCNICA 2017: Conheça os novos trigos que permitem produzir mais em menos tempo

Expostas no 24ª dia de campo da Expotécnica, as cultivares TBIO Audaz e TBIO Sonic, têm ciclo precoce e superprecoce. Evento acontece em Sabáudia/PR nesta quinta (6) e sexta-feira (7)

O TBIO Sonic e TBIO Audaz estão sendo apresentados para os produtores da
Região Norte do Paraná durante a Expotécnica 2017.

Foto: Divulgação Biotrigo

Duas novas cultivares da Biotrigo Genética de ciclo precoce e superprecoce estão expostas em parcelas pela primeira vez ao produtor nesta safra. Durante 24ª edição da Expotécnica, que acontece nesta quinta-feira (6) e sexta-feira (7) em Sabáudia/PR, produtores e técnicos da Região Norte e Central do Paraná, tem a oportunidade de conhecer as características das linhagens que chegam aos multiplicadores em 2018 e para os produtores na safra seguinte. As atividades do evento envolvem ainda demonstrações a campo, seminários e oficinas temáticas das principais atividades agrícolas.

Os lançamentos da Biotrigo Genética, TBIO Sonic e TBIO Audaz são os primeiros filhos de Toruk, com melhorias na resistência a doenças, maior potencial de produtividade e ciclos mais precoces. Segundo o Gerente Regional Norte da Biotrigo, Fernando Michel Wagner, ambas as cultivares melhoram o TBIO Toruk em diversos aspectos, aumentando a precocidade e facilitando o manejo em termos de segurança em diversas doenças.

O TBIO Audaz é um material de ciclo precoce que vai proporcionar para o produtor rural o escalonamento da colheita. Equivalente ao TBIO Sintonia, um dos materiais mais plantados no país, mas com uma qualidade ainda maior tanto em força de glúten, quanto em panificação. As características da cultivar são boa resistência às principais doenças do trigo, alto vigor e produtividade.

O TBIO Sonic, por sua vez, é um trigo melhorador e superprecoce pode ser cultivado como uma opção de terceira safra, aproveitando a área o ano inteiro, abrindo ou fechando o plantio. A cultivar apresenta boa resistência às principais doenças do trigo, como o complexo de manchas foliares, mosaico, brusone, giberela e bacteriose. “Esses dois materiais, pela qualidade que têm, devem estar entre os cinco mais plantados no Brasil até 2019”, estima Fernando.

 

Integração lavoura-pecuária

Outra novidade apresentada no dia de campo é uma linhagem de trigo sem presença de aristas e destinada somente para alimentação animal, que vem para contemplar as demais regiões onde o TBIO Energia I, lançado em 2016, ainda não estava presente. De ciclo precoce, o TBIO Energia II vai acessar as regiões mais quentes do Brasil, do Norte e Oeste paranaense até o Cerrado e deve abrir um grande precedente para a produção de pré-secado e silagem, atendendo essas regiões que têm uma grande bacia leiteira. Entre as principais características da cultivar está a ausência de aristas, a elevada produção de matéria natural, a alta palatabilidade, o elevado valor nutricional, a sanidade foliar e o fato de ser até 20 dias mais precoce que TBIO Energia I. Quando o foco for pré-secado a área estará livre para outros cultivos em até 70 dias. No caso da silagem, de 90 a 100 dias, abrindo espaço claro para as culturas de verão na sequência. As cultivares sem aristas chamam a atenção dos produtores e beneficiam o consumo animal por não ferirem o trato digestivo dos animais. 

 


Imprensa Biotrigo Genética

Imagens Relacionadas


Clique nas imagens para ampliá-las.


Endereço:


Estrada do Trigo nº 1000 - Bairro São José CEP 99050-970 - Passo Fundo - RS - Brasil


Telefone:


+55 (54) 3327-2002



Horário de Atendimento:


Segunda à sexta das 07:30 às 12:00 e das 13:00 às 17:20



E-mail:


biotrigo@biotrigo.com.br

© 2017 Biotrigo Genética. Todos os direitos reservados. Parceria Sistemas